quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

nas molduras da memória



focado no teu olhar o meu reflexo na tela

assim carícias em segredo sonhadas
nem sempre são ilusão

há por vezes uma luz 
Que nos diz…

posso sempre esperar por ti




segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

quase uma primavera à flor da pele



um pensamento 
viaja
e o coração
 vai junto.



* traga  uma semente
senão me desintegro.