domingo, 17 de março de 2013

O dia acordou me abraçando...





Na minha cidade, nos domingos de tarde,
as pessoas se põem na sombra com faca e laranjas.
Tomam a fresca e riem do rapaz de bicicleta,
a campainha desatada, o aro enfeitado de laranjas:
'Eh bobagem!'
Daqui a muito progresso tecno-ilógico,
quando for impossível detectar o domingo
pelo sumo das laranjas no ar e bicicletas,
em meu país de memória e sentimento,
basta fechar os olhos:
é domingo, é domingo, é domingo.


ADÉLIA PRADO in
  Bagagem , 1976.



11 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Adélia é uma poetisa fabulosa, amiga Margoh. Gosto muito da simplicidade com que ela aborda os temas universais.
Um abraço. Tenhas um lindo domingo.

✿ chica disse...

Adoro Adélia !!lindo domingo pra ti, cheio de coisas lindas como essa! beijos,chica

Nina disse...

Que delícia fiquei imaginando a cena!
Foto maravilhosa.
Beijos e bom domingo

Bia Hain disse...

Esse domingo me faz lembrar os de infância na casa dos meus avós...as pessoas não tem mais essa alegria simples. Minha infância, além do cheiro de laranja, teve o cheiro das flores, de carne assda e de uma bacia de uvas. Um abraço!

José María Souza Costa disse...

Olá, querida.
Grato, por ter passado pelo meu blogue. vim em retribuição à visita, e, estou lhe seguindo por este. Seguir por lá, é uma opção sua.
Aproveito para desejar-te um dia de domingo muito bom.
Abraços.

Célia Maria de Sousa Arruda Jacobino disse...

Oi!
Fantástico, é fexar os olhos e viajar em um grande mar de belas lembranças.Foto magnifica,parabéns.
Grata por tua vizita.
Bjos.

Severa Cabral(escritora) disse...

MINHA LINDA !!!!!
ADÉLIA É MINHA POETISA FAVORITA ...NOSSA !
GOSTO MUITO DOS SEUS ESCRITOS ...
BJSSSSSSSSSSSSSSS

Yasmine Lemos disse...

Marasmo e domingo fdp e ai de quem não o aceite , só a poesia pra nos salvar da mesmice BEIJO

A primeira estrela disse...

Que delícia!Um texto com saber e com cara de domingo :) um beijo.

Minha vida de campo disse...

Assim queria que fosse minhas tardes de domingo. Esse lindo texto me faz voltar ao tempo. Meu pai que fazia isso em tarde ensolarada. Se munia de faca e ia comer laranja e apreciar a estrada solitária a espero de alguém.
Bos e tenha uma ótima semana.

Elisa T. Campos disse...

Margoh

Amo Adélia
De novo viajei. Minha mãe descascava as laranjas em baixo do pé nas tardes de domingo.

Um bom domingo para você
Bjs.