segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Depois que o mar entrou todo dentro ...








...desfilam memórias
ao vento
que sussurram nas
conchas
da imaginação



13 comentários:

Dilmar Gomes disse...

O mar e seus mistério. A mente da cronista e seus encantos poéticos!
Um abraço. Tenhas uma linda semana.

✿ chica disse...

LINDO!!!! beijos,chica( labirintica hoje,rs)

Rovênia disse...

Ah, Margoh,
quem me dera ter uma concha agora, colada ao meu ouvido. Ouviria tanto cantos, tantos versos, tanto me acalmaria! [bises aussi]

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Margoh.. tenho uma bem grande de muitos anos atrás quando eu era pequeno que fui a praia.. já que estou longe da mesma é o meu som do mar sempre que a coloco na orelha.. lindo dia a vc grato pela visita.. a Dorli sempre me faz rir rsrs só ela mesmo né rsrs

Benno disse...

quando eu era menino
eu gostava de fingir
que dentro da concha
se encondia um mar
Beijos
(ps... ando tão desinspirado, mas tentei e surgiram do nada aqueles textos)

Yasmine Lemos disse...

O mar todo dentro ,que revolução amiga,que guerra na paz!
lindo demais
beijo!

José Carlos Sant Anna disse...

A imaginação é igual ao imprevisível: entra sem pedir licença.
Um texto curto mais forte!
beijos

Crista disse...

Tanto o mar dentro, como o de fora...é maravilhoso!!!!

Bia Hain disse...

O mar todo dentro nunca mais deixa a concha quietinha onde estava... um abraço!

lis disse...

O mar é meu quintal_ ouço-o todas as manhãs e durmo com seu marulhar.
coleciono conchinhas _ lembra a infancia perdida.
beijos florzinha

Pedro Coimbra disse...

Um post que faz inveja a quem já vê as cores do Outono.

Cidália Ferreira disse...

O mar é sempre maravilhoso, inspirador.Gostei
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Elisa T. Campos disse...

Amo as suas frases poéticas.
bjs.