quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Tão instável como a sorte











a pele é que não diz
  0 vermelho que desbota
a compulsão que assola
 0 refrão que faz
de uma boa música idiota
 0 mesmo erro
em sujeitos distintos
 0 vestido sem fecho
fica sem eixo
 apenas um pedaço de pano
perdido por inteiro








' no encanto do crepúsculo metropolitano,
 sentia-me perseguido pela solidão e 
pressentia que o mesmo se passava com os outros[...]'.

9 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Pois!!
Passando para desejar boa noite

Beijinho.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Lindo,Margoh.Sempre! Mas são meus olhinhos que estão gastos,rs Ainda está diféicil pra mim. Vai ver é a resolução da minha tela! beijos,chica

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá,
Cor vermelha é paixão, assim como, a cor de boca, demoníaca, irônica e gostosa.
Abraço vermelho
ag

Maria Emilia Moreira disse...

Boa noite!
Poema e imagem em sintonia...
A pele cheio de sedução é como uma flor a deixar que as pétalas rubras deslizem lentamente para o chão. Uma beleza!
Abraços.
M. Emília

Pedro Coimbra disse...

Muito sexy, mais uma vez!

Vento disse...

"fiapos de sonhos" belos!

lindo, o teu blog
um beijo pela tua visita.

✿ chica disse...

Vim agradecer o carinho. Tem festa no céusm, mas olha no canteiros e imagina minha emoição hoje pela manhã.Acabou por volta de 10:30! bjs chica

silvioafonso disse...

.


Seu blog é muito legal
e suas palavras também.

Um abraço.

Rovênia disse...

O vermelho que cai, por desnecessário, e desnuda a beleza!
...
Somos sociais, mas somos solidão. Precisamos dos outros para nos revelarmos.

Beijos!