segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Ao longe, avistou a calma







na melodia das pedras
tatuou as  lágrimas
em moldes de borboleta
para que a tristeza cante
e se liberte
da mágoa
sozinha,
no pólen da alma
 inventou a poesia da pele
(andarilha do amante)
em suspiros do tempo-d’água
 se levanta o sol.








9 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Ah! este teu poema
é voo e laço,
nele me refaço...

Beijos, Margoh!

Rovênia disse...

A-do-ro a música, mas também não conhecia a versão do original de Elton John. Queria escrever algo bonito aqui, para agradecer a amizade e a admiração pelo seu bom gosto, Margoh. Mas ultimamente estou lendo Marx, não reúne muita poesia, mas a ironia mordaz de um grande intelectual. Que sirva de exemplo a sua autenticidade. É dele a frase, dita em 1845: "Os filósofos apenas interpretaram o mundo, de diversas maneiras; o importante é mudá-lo". Como a lagarta que se transforma em borboleta para ver o mundo sob novas cores...
Feliz 2014! :)

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá,

mágoas?
Quem delas se liberta?
Tenho carradas de razões para cultivá-las até a morte.

Quer que eu minta?

Feliz tudo em 2014.

Um abração carioca.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Meu desejo para os que habitam
o meu coração,
é um mergulho no tempo,
onde cada dia,
é um dia de ano novo,
e cada sonho,
uma senha a ser descoberta,
nesta caminhada rumo a alegria.

Muito obrigado por sua amizade.
Que sejamos e façamos felizes a cada dia.

ALUÍSIO CAVALCANTE JR.

Eva disse...

Margoh querida, emocionante o poema, adoro muito o que você escreve, não consigo dizer o tanto, mas toca fundo na minha alma. Que perfeição de poesia, parabéns!
Queria deixar uma sugestão para que você colocasse uma janela pop-up para comentários, assim poderiamos comentar curtindo a música linda que tu nos proporciona ouvir. Eu fiz isso lá no meu blog, por sugestão de uma amiga do blog, não me lembro direitinho ocmo fiz, mas é nas configurações e é bem fácil. Assim, me sentiria acompanhada nessa conversa e com sua poesia no ouvido. Desejo um Feliz 2014, repleto de realizações e bênçãos, bjinho, amiga linda do meu coração.

Benno disse...

nossa, quanta inspiração! uma coisa super intuitiva, que tento inutilmente racionalizar; tipo, para a lágrima tatuar a pedra é preciso muiiiiiiiiiito tempo, mas a borboleta é uma forma de vida muito breve, uma imagem belíssima, sem dúvida, a serenidade e eternidade do amor frente a intensidade flamejante da paixão.
Beijo

R. Vieira disse...

Que tempo bom estar aqui e ler teus versos!!!! Um beijo enorme e muitas felicidades minha querida!

(=

Cidália Ferreira disse...

lindo!

Passando para desejar um óptimo 2014

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

VERINHA TIBURSKI disse...

Passando para lhe desejar um feliz ano novo, claro que com tudo que há de melhor e o mais principal é que a esperança de um ano bem melhor esteja por vir, acredito que no próximo ano estejamos aqui e que o tempo seja nosso amigo.
Obrigada por sua linda companhia.
Muito carinho, beijinhos.