sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Não, não, ainda não era. O não.








um atalho de papel. ponte. uma infavorável versão do arco-íris (suspensa por um fio de seda). fotografias em preto e branco. um brinco. um bracelete indiano.  a estória atrás da cortina do quarto de menina onde do seu lado de dentro é a fantasia que de amor lhe veste. o viés roxo da aurora boreal. o estigmatismo do terceiro olho. as anotações dos devedores. as pérolas arrancadas das ostras. o arroubo do farrapo humano. a cria da criança precoce. fio. a vida por um prisma incandescente. o salto quântico das borboletas-canguru. o pio e coaxar dos mendigos a beira mar. a estupidez insana de uma bola de chumbo.  a festa no fundo do quintal. bexigas. o quarto-crescente no centro de lilith. a vida vista por um cadafalso.   assinatura. vários papéis em frente a um volume feito de fissuras. mapa. a astrologia na evolução desumana. o certo e o errado da dúvida insana .a vida que só chega no exato momento em que se tem a consciência que se esta por um fio. a queda do zero grau. o fundo do mar e a coragem. as sereias vorazes da mitologia ancestral. o eterno lusco-fusco das janelas dos edifícios. a vida por um réu. a somatória de prejuízos. um arcabouço no céu. tudo anoitecendo rápido como um dia cruel. quando ela se  toca ouve música. vibrante.

5 comentários:

Ritinha disse...

Puxa!!!
Quantas citações e quantas coisas num só texto, tudo misturado ao turbilhões de seus pensamentos.
Gostei!
bjs
Bom final de semana
Ritinha

José Carlos Sant Anna disse...

[O fio oscila, avança,
recua, avança
no vazio
isso todas as noites
beijo namorada entranha
n as entranhas
o olhar que me vê
pálida evidência
e um súbito milagre
a música]

beijos, Margoh!

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Margoh

Fantastico, maravilhoso!

Beijos
Bom fim de semana


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

O que dizer de tua inspiração? LINDA!!! bjs praianos e tuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Joakim Antonio disse...

Déjà vu emocionante.

Parabéns.

bjo