terça-feira, 18 de março de 2014

um novo abrigo


             O poema
               se vestiu
               de nuvem
               e no
                horizonte
                adormeceu
                      lilás.                                                                                                 




e a chuva que seguiu foi culpa do vento:

espalhou
a poesia
em gotas


(thalita martins)





12 comentários:

Yasmine Lemos disse...

Menina tomei um susto com tanta beleza. Poema forte.Blog lindo também.
beijos! (gripadona) :(

✿ chica disse...

Lindo e lindo!! Fiquei com vontade de me atirar!! bjs,chica

Liza Leal disse...

Mergulhando em teu paraíso azul!...
adooro!

=)

Dilmar Gomes disse...

Lindo, amiga Margoh! Um abraço. Tenhas um bom dia.

Majoli disse...

Tá tão lindo esse seu cantinho...fiquei sondando através da fechadura.

Espalhar a poesia em gotas, nossa que lindeza isso.

Amei!

Beijos linda.

Cidália Ferreira disse...

Lindo :-)

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Miriam Bralli disse...

Que Lindo, quando passo aqui não sinto vontade de ir embora...

Cantinho dos Sonhos e da paz...adoro!!!

Boa Noite Minha Querida!!!
1000 Beijokinhas

Rovênia disse...

Andas inspirada e com a leveza da poesia que deixa chover seus versos! Passando para dar boa noite! :)

Suzete Brainer disse...

O poema transcendeu na beleza,

no tempo e na esfera espacial...

Um destino lindo...

Este teu espaço de arte tem

uma beleza etérea!!

Gostei muito de flutuar aqui...

Uma semana luminosa!

Beijo.

Maria disse...

Apreciei gota a gota!!!
Bjs
Maria

Pérola disse...

A poesia que chove, as palavras que voam em horizontes de sentires.

Lindo demais.

Beijinhos

Yasmine Lemos disse...

COMENTÁRIO PARA POSTAGEM DE HOJE (DIA 19)Não consegui por lá.


Toda janela tem seus mistérios e suas "Carolinas" atentemos! a vida passa lá fora.
beijos!