terça-feira, 29 de abril de 2014

Sou um eu sem rima...



(..)com certas notícias que leio, a vida às vezes me dá medo, desses que quase me impedem de pegar no sono a noite e de acordar de manhã no dia seguinte. como se ao pisar para fora do colchão os perigos da vida fossem caminhando em minha direção. costumo associar prazer e dor. quando se anula a dor, o prazer é automaticamente anulado. como quando 'aquelas' pessoas que tomam 'aqueles 'remédios anti-depressivos  que vão te anulando aos poucos, sabe? deixando você e tudo ao seu redor cinza, monocromático, sem brilho, sem dor, sem prazer. e nesses meus dias  de medo, já se sabe, serão grandes prazeres e grandes dores. dá vontade de não sair da cama, ou de tomar uma pilula mágica e ver a vida passar. mas a escolha é sempre pela aventura [se me demoro lá esta uma carinha sorridente na porta do quarto a me despertar] viro pro outro lado , insisto mas os carros na rua começam a buzinar, o sol entra pela fresta da janela, meu coração dispara, sinto as primeiras dores do dia.  me preparo.  que venha mais um.  dos prazeres ainda não sei, mas costumam doer para aparecer.   ...essas coisas  me deixam muitas vezes sem graça, cheia de humanidade, insuportável. e no fundo eu acho (e não tenho certeza) que na verdade, 
eu não sou assim...





vida 
'me diz por onde 
você me prende
por onde foge
e o que pretende de mim
...
me responda depois...♪.'


5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Olá Margoh

Maravilhoso...Gostei muito.

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Pedro Coimbra disse...

Margoh,
Não gosto de ter pensamentos negativos.
Mas, com a situação na Ucrânia, e o conflito latente, nunca resolvido nos mares do Sul da China (disputas territoriais), confesso que ando algo assustado

Mara Ribeiro Aiache disse...

É a vida é realmente assustadora, mas quem tem a coragem de vive-la tem um retorno maravilhoso.
Ótimo feriado para você!
Bj no coração.

Pérola disse...

Como seria bom se as respostas aparecessem assim.

Vivemos em corda bamba, sem redes e de sentimentos a comandar.

Dores e prazeres, eternos mestres dos nossos sentidos, timoneiros de rotas.


beijinhos

R. R. Barcellos disse...

Amor rima com dor
Você comigo rima
No espinho ou na flor
Você é obra-prima.

Beijo.