sábado, 5 de julho de 2014

E não proíba a repetição...




na beira da janela
 lembrando dos dias gris
 ela acabou  por colorir-los
 e  sentiu  nas cores
   que o irreal é muito,
    muito, muito
      mais que quase.


           anseia pelo momento
            em que
        de olhos fechados
      e a alma completamente  despida
                    se deixa ir.....



4 comentários:

Luis Eme disse...

pode ser quase tudo. :)

Madalena Astrologia disse...

Alma despida. // Belo!

alma despida, corpo leve...

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Muito bom...

รяª Nathalia disse...

Despir-se, ser livre de tudo. E almejar os anseios tão sonhados.