segunda-feira, 9 de março de 2015

o contrário do sonhado





eu já vi o tempo passar e pouca coisa mudar então mudei o rumo. pra que discutir? razão se conjuga ou no futuro ou no pretérito, sobretudo o imperfeito. o presente não dá tempo. então, quando chego ao fundo, eu escrevo. escrevo para saber que mesmo lúcida eu senti tudo aquilo e que mesmo conhecendo o caminho passar por ele não é agradável. escrevo para saber que foi importante, independente dos motivos. escrevo porque quero lembrar, e lembro porque preciso que faça sentido e consciente de que lá fora sob o sol pesado milhões circulam pelo avesso, se arriscam entre as engrenagens e canos e ácidos da cidade eviscerada. as vezes, eu também escrevo para que a vida ganhe um significado, para que não escape aquela fagulha de sentido que nos atinge quando os sentimentos se exaltam....



3 comentários:

M. disse...

Muito bem escrito! Também tenho de lutar contra os pretéritos e os futuros, é tramado!
Beijinhos

Ricardo- águialivre disse...

Assim sendo, continue a escrever, recordado o passado, vivendo o presente, ou imaginando o futuro.
É que adoro a forma como, intelecto e sabiamente, escreve
..................................
Deixo cumprimentos

Ando por aqui:
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Carmem Grinheiro disse...

Mudar o rumo... também estou mudando o rumo, mas ainda não sei bem qual rumo seguir.

bj amg