segunda-feira, 31 de agosto de 2015

E que as palavras sejam certas....


 a intensidade de uma crise é diretamente proporcional
à sua resistência. procuro em ti a chama. aquele perder-se ,
 aconteça o que acontecer.
aquele dane-se. a ideia de que mesmo que tudo desse certo a gente poderia se ferrar, mas não ia voltar atrás.
 percebo teu olhar me interrogando , atravessado, enviesado, arrevesado.
enquanto  resistir à mudança , estará dizendo não ao fluxo da vida.






em uma fração de segundos....

Você pode encher os
vazios com as suas
peraltagens
e algumas pessoas
vão te amar por seus
despropósitos....

[Manoel de Barros]




[Inspirado: Drama: casal no limite | | VejaSP]

4 comentários:

✿ chica disse...

Lindo!!Adoro Manoel de Barros! bjs, ótima semana! chica

lis disse...

As palavras fazem sentido quando encaramos da forma 'aconteça o que acontecer'
nada muda e a vida segue...
abraços margohzinha

Pedro Coimbra disse...

Uma excelente forma de começar a semana, Margoh.
Bjs

Benno disse...

há um mundo de distância entre o conter-se e a incontinência, entre o vazio e o conteúdo há um tênue pronto a romper-se, pronto a manter-se para sempre, a depende do que se sonhar.