terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

em tudo toda segredo







neste lento talento de vazamento de tristeza eu reverdeço indecisa e ardente .  não estou perdida, estou entre o vento e o olvido.  quero conhecer a minha luz .  não sou a destruição cega nem a esperança impossível. espero ser aberta por uma palavra .fortifico  nos sóis dos recomeços .







2 comentários:

Ives disse...

Recomeços estão cheios de luzes! abraços

✿ chica disse...

Lindo e recomeços sempre valem a pena! bjs, tudo de bom,chica