sábado, 11 de junho de 2016

o abrir de portas a palavras e prazer



vivemos de palavras e suas interpretações. vamos até à escavação mais profunda com palavras. reduzem-nos à obediência,subjugam-nos. pesam toneladas, têm a espessura de vidros blindados.são as palavras que nos contêm, são as palavras que nos conduzem.as palavras não devem ser só preliminares. a língua não existe apenas para falar....




7 comentários:

Sara com Cafe disse...

poetiza, poetiza, poetiza.

abraço profundo.

lis disse...

Amo as palavras_ fico horas perdidas lendo tudo que encontro pela frente.
E seus poemas são uma benção.
Je t'aime margoh

Sílvia Pinto disse...

Bom dia amiga

Não é a vida composta por uma palavra?
O seu blogue é lindo, Adorei o caminhar do gatinho
.
Deixo um carinho
Domingo feliz.

Carmem Grinheiro disse...

Ah, Margoh!
Palavras insinuantes estas ;)
bjn amg

Thamires Figueiredo disse...

"pesam uma tonelada"
Realmente..

Beijos.

Dilmar Gomes disse...

Pois é cara amiga Margoh, palavra é energia, ferramenta, arquétipo, alimento, fetiche, tesão...
Um abraço. Tenhas uma linda semana.

Carlos eduardo Leal disse...

A língua está fora do corpo. A língua está fora de moda. No entanto, palavra resiste para manter a língua afiada dentro de ti. :)