domingo, 23 de dezembro de 2012

quanto a ser e ter, deixa estar



eu quero
o vento
 nos olhos.
minha paz
é *front.

´os sonhos, ao que parece,
move-os não a razão, mas o desejo,
não a cabeça, mas o coração,
e no entanto que coisas ardilosas
 produziu às vezes a minha razão em sonho!´

O Sonho de um Homem Ridículo - Dostoievski




[o peso de tantos nadas não tem nada que compense]


aqui front = fachada

4 comentários:

Ana disse...

O coração tem razões que a própria razão desconhece ...

Beijo

Ana

R. R. Barcellos disse...

"É preciso dar a mão a nossos sonhos e guiá-los no caminho da realidade. Eles são nossos filhos, e não o contrário. Se não fizermos isso, eles se perderão no mundo das ilusões."

Beijos.

Heloisa Moraes disse...

Muito ardiosa! Lindo texto e ilustração.
Boas Festas.

Sandra Mitsue disse...

Oi Margoh...
Desculpa a ausência ....Correria de fim de ano...mas não poderia deixar de passar aqui para agradecer por mais um ano que juntas estivemos compartilhando momentos de alegria. Espero que possamos no ano que se aproxima prosseguir compartilhando este carinho e amizade.
Desejo do fundo do meu coração Um Feliz Natal com muito Amor, Paz , Saúde e muita Esperança...
Beijos!
San...