quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

soprei de dentro do peito o excesso de terra firme
















 preciso do abraço longo que me lembra onde eu me encaixo, preciso do abraço apertado para sentir o peito aberto. as curvas e ladeiras do caminho acidentado me trouxeram em linha reta - e secreta - para fora do meu mapa. bússolas adeus, não sou mais (des)norteada. a caixa retornou ao prove(dor). foram dias e dias sendo transportada entre trancos e se quebrou. não quero nada de volta! há dias em que cacos são apenas cacos.




4 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga Margoh, passando por aqui para apreciar tua arte e também para desejar-te um lindo e maravilhoso 2013.

✿ chica disse...

Tão lindas e profundas tuas palavras>SEMPRE!! beijos,chica

Paulo Tamburro. disse...

OLÁ MARGOH,

adoro abraços .

Mas de pé pois,mostram que pode existir muito mais verbalização do corpo.

Sentado os abraços são insossos!

Quer que eu minta?

Um abração carioCA e um FELIZ TUDO EM 2013

Solange disse...

há dias em que eu tento colar os cacos com um longo beijo...

bjs.Sol