quarta-feira, 20 de março de 2013

Expansão e contração




By Ricardo Cokerini





 0 outono pra mim é
o mesmo que dizer que o ar
esta impregnado de lembranças

0 coração fica sujeito a nevoeiros
Com registros de geadas

E meus olhos  espelhos
Tecendo o *devir
Como a folha que flutua em queda livre...









*Devir é um conceito filosófico que qualifica a mudança constante, a perenidade de algo ou alguém,criada por Heráclito. É exemplificado pelas águas de um rio, “que continua o mesmo, a despeito de suas águas continuamente mudarem.” Recebe também a acepção nietzscheriana do "torna-te quem tu és".





Eu e a brisa by Emilio Santiago on Grooveshark   (guardarei tua voz macia .descanse em Paz)

17 comentários:

Mateus Medina disse...

Muito bom!

O outono tem mesmo essa cara, esse cheiro...

Beijos

✿ chica disse...

Emocionante te ler.Emociona! beijos,chica

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz quarta-feira!
Lindo texto, expressivo e vai de acordo com a nova estação que começou hoje as 08:02 hs.
Beijos em seu coração e agradeço sempre pelas palavras de carinho, que tem sido alimento nesses dias.
Nicinha

JP disse...

Aqui é a Primavera...a nos recordar essas muitas lembranças.

Beijo

Rovênia disse...

Amei a filosofia do "devir". Saber que estamos sempre em movimento, e que podemos mudar sendo os mesmos, é admirável. Grande Heráclito! Aliás, tive uma ideia com o seu post. Depois conto! :) Beijo voando por esse outono...

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá vim agradecer o carinho da visita, amei seu blog, tem uma leveza, uma delicia estar aqui.
Belas palavras, verdade, o outono é uma nostalgia. Aqui no Pará é inverno chuvoso.
Boa noite e um lindo amanhecer. Beijos.

Severa Cabral(escritora) disse...

Folhas de Outono está aqui,para ler mais uma postagem que escreves com maestria e aproveito para parabenizar o dia do Blogueiro,então nada mais justo do que vir até aqui para parabenizá-los.
Que continuemos, por muitos e muitos anos,
colaborando com uma Blogosfera ética,
sem plágio e unida.
Um viva pra você e um viva pra todos nós !!!!

Cristiano disse...

se refrescar esta bom!

Guma Kimbanda disse...

Um gosto imenso em aqui vir agradecer a amável visita lá à Serra da Leba e me deslumbrar com a sua poesia.
Não sei comentar poesia, sinto-a, revejo-me, integro-me....

Valeu! Obgd.

Beijo e kandandos

R. R. Barcellos disse...

Belíssimo!
Beijos.

Ilaine disse...

Que lindo!
Amo o outono.

Tudo aqui... simplesmente encantador!
Beijo

Yasmine Lemos disse...

Lindo!!!!!!!!!!!!!!!! O outono é melancólico e lindo, é saudade no vento,nas folhas secas.
meu beijo Margoh ,minha amiga inteligente e sensível!

Maria Luiza disse...

Margozinha, perguntei sobre seu blog, pois não tenho visto no blogroll. Que lindo está! Adorei aprender sobre o "devir" e a definiçãocomo um rio. Está tudo lindo e apaixonante aqui, como vc! Abração! Ah! Aconteceu um milagre ! Achei sem sofrimento onde e como comentar!!! KKK!!!!

Jhosy . disse...

Gostei tanto do teu poema...
Meu Deus, coisa mais linda!
Eu amo o outono, e concordo com você, outono me traz lembranças...
Penso que elas vem impregnadas nas folhas que caem, no vento gostoso que sopra... E na leveza que tudo isso transmite!

Parabéns pelo teu blog,
simplesmente lindo!

Beijos da Jhosy

http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/2013/03/liberdade.html

Metalurgia das letras disse...

O verão me expande, o outono me contrai. A lembranças que ficam são as que nunca saem...

Jeferson Diaz disse...

Outono me faz lembrar que mudo minhas folhas mas nunca as minhas raízes ... Que passo por estações mas deixo as minhas sementes ... Que o vento que me balança também espalha meu perfume ...
- Joelma Rocha

Tudo lindo aqui
Boa Tarde pra você :)

Elisa T. Campos disse...

Lindo Margoh

Lembrei-me do haicai de Paulo Leminsk

Outono

Duas folhas na sandália
o outono
também quer andar

bjs