sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Grão de chãos






a realidade insinua-se de mil maneiras  porém para quem se mostra inteiro o mundo mostra sempre a mesma face [ao menos é o que parece].  sei  que durante alguns instantes, tudo será fácil [esse instante de facilidade sobrevirá logo após tudo ser difícil].  o importante é  não se enfadar demais com as dificuldades e dar passagem às facilidade.  gosto de estar perto de gente que muda de emprego radicalmente, que refaz relações amorosas, os que abandonam vícios, os que perdem medos.  esses experimentam a solidão que só pode ser quebrada por outro que conheça essas experiências. 








´tem coisas que 
o coração 
só fala para
 quem sabe
 escutar´


7 comentários:

Maria Emilia Moreira disse...

Olá boa tarde!
Apesar da chuva e da trovoada. Até que enfim veio mau tempo...ou será bom?!
Eu queria ser capaz de mudanças radicais...nunca fui... nem serei...
Admiro quem tem essa coragem. Um abraço.
M. Emília

Cidália Ferreira disse...

Gostei muito....
Deixo votos de um excelente fim de semana.

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

ᄊム尺goん disse...

ahhhhhhhhhh que lástima!! distraída exclui os comentários da Rôvenia, Ricardo e José Carlos Sant Anna.

#chateada.

Rovênia disse...

Relendo, lembrei-me daquele filósofo Heráclito e a teoria de que tudo é movimento e tudo flui. Sendo assim, que sejamos levados por uma corrente de otimismo. Tudo fica mais fácil nessa nossa realidade árdua.
[Vale um ótimo fim de semana!] :)

Dilmar Gomes disse...

É amiga Margoh, a terra leva, a terra traz. Realmente, tem coisas que o coração fala para outro coração que sabe ouvir.
Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

lis disse...

Oi margoh
o coração é sábio_ só dá ouvidos aos antenados com a beleza da vida!
como nós ... rsrs ou melhor como voce!
_ não gosto da rotina_ preciso sempre sair dela senao sufoco!
grande sábado pra ti kirida

Anga Mazle disse...

Perfeito, Margoh. Nada a acrescentar, até porque, além disso, só resta a morte em vida dos que se "autotaxidermizam", né?

Beijos