sábado, 15 de março de 2014

é movimento eriçado....








 se despiu para alimentar o fogo. a última peça é o xeque-mate do jogo. depois do amanhecer,  guardou tudo com cuidado,  cada sonho num lugar, sem medo de ir além. porque ela sabe que existes, Amor.
não se vens.





8 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Essa é a instância do amor: o lugar do encontro, é nele que bebemos o leite que nos alimenta com ou sem xeque-mate!
Abraços, Margoh!

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Margok

Passo para te desejar bom fim de semana..

Gostei!

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ricardo- águialivre disse...

Poemas sempre profundos.

Bom fim de semana
Cumprimentos
**************************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Aleatoriamente disse...

Minha linda você é d+!
Sempre tão lindo por aqui, a casa é bela como tua alma.
Saudades sua linda!

Beijos

✿ chica disse...

Inspiração demais!! Lindo! bjs,chica e ótimo domingo!

Majoli disse...

Margoh, linda minha, tu dizes que se encanta com o que rabisco, o que posso dizer da magia que existe em tuas palavras?
Guardar com zelo, os sonhos, mas sem medo de caminhar ao encontro deles...essa certeza de que existe o "Amor"...me perdi...:)

Beijos com muito carinho.

Rovênia disse...

Mudanças por aqui! Gostei do novo visual!
Despir-se, guardar os sonhos em seus lugares... à espera do Amor. Adoro as sutilezas com as quais você dança, num aconchego do texto. Parabéns! Bom fim de semana!

Alfa & Ômega disse...

Aqui encanta-se cada vez mais. Vira-se translúcida, qual libélula a passear. Beijos, amada!