sexta-feira, 11 de abril de 2014

mas no intervalo da brancura ...











eu, então, desmembro  a noite
folheio a pele e,
fecho os olhos
 para te ler
com as mãos







8 comentários:

Majoli disse...

Uau...fecho os olhos para te ler com as mãos...delícia isso...
Amo!!

Beijos.

Cidália Ferreira disse...

Muito bom

Beijos, bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Arco-Íris de Frida disse...

Ler com as maos...nao existe nada melhor...

Arco-Íris de Frida disse...

Ler com as maos...nao existe nada melhor...

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Ler com as mãos... sem dúvida!

:)

MARILENE disse...

Essa é uma leitura encantada. Bjs.

Dorli disse...

Oi querida
Lindos escritos enfeitados com mágicas metáforas
Parabéns
Beijos
Lua Singular

PAULO TAMBURRO. disse...

Sumiu?

Sumimos,há quanto tempo!

Essas minhas mãos relapsas.

Teclado indolente e burro, nem pra me lembrar!

Um abração carioca.