sexta-feira, 15 de agosto de 2014

assim por acaso....





se eu (re)clamo
contra o vento

sai um
osseva-ameop





5 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

[Sob o sol
este ar de entrega
absoluta
e o vento...
e o teu corpo!]
Beijos, Margoh!

Dorli disse...

Oi Margoh
Então, não reclame....
Já não enxergo bem lendo pela direita, pelo avesso não vai da.kkk
Beijos
Lua Singular

lis disse...

Não importa de que lado se do 'avesso do avesso'seus poemas não precisam interpretação- cai sempre como luva. rs

beijo

Arco-Íris de Frida disse...

As vezes o a avesso é o lado certo...

Beijos...

Milene Lima disse...

O vento, pra compensar, deixa acontecer o poema mais bonito de todos.

Um beijo, namorada do vento, do mar, do Sol.