quinta-feira, 26 de março de 2015

parece banal, mas não é.



 sempre gostei de mudanças. esta sensação de que quando mudamos para um lugar diferente encaramos a realidade de que nunca seremos totalmente daquele lugar me deixa livre, me faz bem. seja pelo sotaque, pelas preferências, pelos sonhos  tudo nos denuncia. contudo, o que mais nos denuncia é justamente aquilo que talvez nem seja percebido pelos outros: a insistente nostalgia que carregamos conosco para sempre. sou míope. míopes são impressionistas por natureza. ver o mundo todo borrado é fruto da sensibilidade artística de todo míope que não aguenta viver muito tempo em um mundo delineado. como as coisas vão? vão indo. calor vai bem, a chuva é certa, a segunda retoma a sexta, o almoço foi bom.  por dentro, no avesso, nos vãos, sem muitas linhas, puro jogo de luz.



6 comentários:

✿ chica disse...

Não há nada de banal.Lindo te ler! Estavas sumidinha ou eu te perdi?rs bjs, lindo dia! chica

Arnaldo Leles disse...

incrível!

Ricardo- águialivre disse...

Ninguém é de ninguém...nem os lugares, vontades e/ou desejos

Achei delicioso o video.
.................
Deixo cumprimentos

MARIPA disse...



Neste espaço não moram banalidades...

Com os pássaros voam jogos de luz,sempre.

Beijinho amigo.

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Muita paz.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Pedro Coimbra disse...

Dá-me vontade de comentar - same same but diferent