terça-feira, 16 de junho de 2015

Qualquer falta diminui sentidos




Santificado seja o dia de....

correr demasiadamente alegre  através 
de uma planície verde salpicada de flores.
ouvir o som dos rios que correm para o mar, saborear-lhe os segredos
e dormir tranquila sobre as águas azuis penetradas
pelos reflexos de um sol na hora da partida.
ouvir os sons da felicidade ainda que apenas por alguns instantes.
saber que o meu pensamento se cruza e descruza
em alguma parte no Universo como se
de uma *dança de fitas se tratasse.
saber que há uma continuidade inexplicável na existência dos sentimentos.
querer, saber que sou capaz de querer.
ter, ainda que por momentos.
sorrir como uma boba, sorrir por tudo e por nada.
dar, dar o que tenho e o que invento.
levar-me no céu da felicidade.
ser Eu
e apenas leve.....

[ lindo demais este vídeo,  fica mais ainda se visto em tela cheia.... aqui ]




*Dança de fitas : 
um mastro, enfeitado 
com flores e guirlandas 
e de cujo topo partem
 fitas multicoloridas, 
tantas quantos forem os participantes 
formando interessantes desenhos 
pela intercalação das cores.
tradição muito antiga, dos povos arianos, 
trazida ao nosso país pelos portugueses e espanhóis.

3 comentários:

✿ chica disse...

Maravilhosa tua poesia e adorei o vídeo, uma paz...Lindo demais! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Um poema lindo!!

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Nidja Andrade disse...

Excelente... de um bom gosto ímpar!...
AbraçO