sábado, 9 de abril de 2016

empurrando com água










é no alvoroço do peito que se faz a beleza. que os dias se apaguem em amor. enquanto isso que faremos nós nestas águas? ar fresco eu pesco às vezes em momentos raros, depois de farejar por todo canto e lançar tantas redes, tantas iscas.  ar fresco te enche a boca, o peito, e teus olhos enfim limpos se lambuzam extasiados. parecer seguro é um perigo....







3 comentários:

✿ chica disse...

Faz bem passar aqui !!! Além de belas poesias em palavras, as imagens sempre maravilhosas! bjs e ótimo fds! chica

Bia Hain disse...

O conceito de segurança é sempre efêmero, mas ar fresco para alma sempre faz bem. Cuide-se. Abraços!

UIFPW08 disse...

Lindo poema. Parabens.
Abraco
Morris