sexta-feira, 19 de abril de 2013

Nem ausente, nem presente por demais....


Erostocracy



(...) num torto direito, as frases, que tantas vezes (re)escrevi , eu vi soltas nas tuas mãos [melhor dizendo, distraidamente penduradas nos teus dedos frios].  fecho os olhos e obrigo-me a sentir os pés firmes no chão, aperto os lábios na certeza de amordaçar as palavras e respiro fundo.  mas, não tem jeito, o que me vale é na emoção desfilar, sem deixar de extrapolar[e esbanjar] minhas virtudes mais intensas. como num flash, dando-me a mão  eu acompanho o teu movimento, com a leve esperança de sentir o mundo dentro de mim.  tu balançavas o corpo num andar despreocupado e sorriu entre suspiros [perguntei-me se isso significaria que estavas feliz].  procurei o teu olhar, mas há tanto ainda para ver, tanto que os meus olhos querem absorver... de olhos fixos no horizonte, espalhas os teus sonhos pelo caminho que ainda percorro contigo, e olhas para longe, tão longe, que não me vês mergulhar de mansinho na paisagem e desaparecer entre o sol e a noite. eu, guardo um sorriso para ti e vou.  acordei sorrindo.


[e você vai se perguntar  onde esta minha mente?.....  aqui.]



8 comentários:

Dorli disse...

Olá

" Quem passou pela vida em branca nuvens e em plácido repouso adormeceu..." ( Francisco Otaviano) quando fui ver o que estava na sua mente a internet caiu...rsrs.
beijos garota
Lua Singular

Sónia M. disse...

Na sua mente...uma dança a dois...

Um beijo grande :)

(Saudades)

✿ chica disse...

Bela pergunta! Lindo post! beijos,tudo de bom,chica

Rovênia disse...

Amiga, seus textos são muito profundos e sempre releio! Bela inspiração e homenagem às nós, donos de uma alma indígena, senhores da natureza!

Severa Cabral(escritora) disse...

OLÁ MENINA LINDA !
LINDA POSTAGEM ,QUE FAZES EM HOMENAGEM A TUA MENTE...MAS ONDE ELA ESTÁ MESMO ?
BJSSSSSSSSSSSSSSS

Nina disse...

Oi Margoh,
Baila comigo é uma das minhas músicas preferidas!
Adorei as palavras também!
Beijos

Néia Lambert disse...

Intenso e lindo!

Beijos

Luar disse...

Mana

Preciso voltar à escrita, para me voltar a encontrar!
Sei que compreendes quicá melhor que eu os meus silêncios e o casulo onde me recolhi. Te adoro hoje e sempre!
Mil beijos