quinta-feira, 18 de julho de 2013

Lá longe de mim







de repente, sinto-me irremediavelmente criança e sem as amarras do quotidiano. hoje quero comer morangos, tingir a língua, piscar o olho para um ser imaginário, molhar  a boca com o vinho apropriado aos dias frios, lembrar que  vi abelhas enlouquecidas, divagar sem me prender ao pensamento, repassar álbuns de retratos, me ver feliz, ouvir pela décima vez a mesma música, andar descalça, fazer apenas uma oração, conjurar os anjos, brincar com as salamandras diminutas das chamas das velas, colocar as mãos sobre o fogo, viver a fração do tempo como um beija-flor na proeza do voo. nesta noite, quero me dedicar ao extremo ato das coisas simples, uma outra espécie de transbordamento, a devoção a cada hora vivida, o ritual dos tolos, o ritual dos sábios. hoje parei o futuro.


16 comentários:

Ricardo- águialivre disse...

Boa tarde

Que essas sensações boas se confirmem e possa dar largas ao sabor do seu querer e da sua imaginação

Fique feliz
************************
Gostava que me visitassem:

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Olá
Quantas vezes nas nossas vidas não queremos ser crianças? Recordar tudo o que passou de bom.. áh que saudades.
Gostei

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Maria disse...

Oi vim retribuir a visita e adorei o blogue ...já fiquei por aqui!!!
Bjs
Maria

Rovênia disse...

Que lindinha essa menina! Eu gostava de colocar rosquinhas nos dedos e ir comendo até virar anéis. Lindo texto, Margoh, e me deu vontade de sentar no chão para brincar de casinha! Ah, mas posso fazer mação do amor. Nunca fiz, mas sei que vai ficar uma delícia!
:)

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Margoh.. tocaste num tema que muito me encanta.. anjos... elementais.. e como diz umprofessor que ouço. o salmo 90 é o apito de chamar anjos.. eu sempre leio e sinta a vibração.. se desejar procure no google por salmos de davi- padre figueiredo é a melhor tradução e difere muito da nossa biblia atual.. lindo dia gostei de ler-te bjs

R. Vieira disse...

Olá! Vim agradecer tua visita ao meu cantinho! E dizer que amei teu blogue e teus pensamentos!


Escreves muito bem!
beijo grande pra ti!

Fernanda Oliveira disse...

Olá Margoh vim agradecer por sua visita! Obrigada, volte mais vezes, espero estar aqui mais vezes também.

Gostei do teu escrito...
Há momentos que queremos fazer de tudo um pouco, desde que sintamos-nos bem.
Tem horas que é tanta pressão, que pensamos em voltar a ser criança. Onde a vida era mais simples... e éramos mais felizes.

Beijos! Fernanda Oliveira

Jorge Leandro Carneiro disse...

É belo o que se vê por aqui.

✿ chica disse...

Lindo e bom te ler!bjs praianos,chica

R. R. Barcellos disse...

"Os melhores momentos da vida de um adulto são aqueles em que ele se sente criança novamente."
Beijos.

Dorli disse...

Oi amiga,
Adorei tudo que escreveu, isso é que é curtir os pequenos detalhes deliciosos da vida.
Um beijo
Lua Singular

Bia Hain disse...

Esses dias..de entrega de corpo e alma, costumam ser dias felizes. AS preocupações e anseios nos cegam para o belo. Um abraço!

รяª Nathalia disse...

Haaaaaaaa parar o futuro quem nunca, não é mesmo?
Essa imagem é de um filme incrivel!

Pedro Coimbra disse...

E eu hoje estou com saudades do futuro, Margoh
Mas a conseguir comentar bem aqui no blogue.
Bfds!!

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá,
Todos nós recordamos a nossa infância, muita coisa ficou registado, coisas que gostaríamos de voltar viver com toda a liberdade como foi vivida.
Excelente ideia em para o futuro por um dia, vou fazer o mesmo, possivelmente por vários dias durante o ano.

Abraço

ag

Elisa T. Campos disse...

Hoje Margoh você parou o futuro com este lindo presente. Voltei a ser criança também.

Adorei.
Bjs.