sexta-feira, 25 de julho de 2014

(des)atar




|reza a lenda que, no amor, há sempre um que ama mais do que o outro. dizem, ainda, que às vezes, com o passar do tempo, o que amava mais passa a amar menos e o que amava menos passa a amar mais. estranho caminho, o do amor, trilhado em alternância de afetos...não é ?|



'ah! bruta flor do querer
ah! bruta flor, bruta flor'






6 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Fantástico! Como sempre

Bom fim de semana.
Beijo

Coisas de Uma Vida 172

Crista disse...

Olá,minha linda!!!!!!
Já ouvi dizer isso...mas não sei se é verdade...
Só sei que maridão continua louco por mim e eu continuo louca do jeito que sempre fui...
Mas,nós somos um caso especial...ksksksksksksks...
Beijão,minha querida!

Dilmar Gomes disse...

Querida amiga Margoh, estranho é o planeta do amor.
Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

Bia Hain disse...

Oi, Margoh. Acho que mais do que a medição do amor, a alternância dos afetos é o que há de precioso no amor. Um abraço!

lis disse...

É isso mesmo;
" eu querendo querer-te sem ter fim/
e, do querer que há/e do que não há em mim..."
vai entender... rs
beijo margoh

Carmem Grinheiro disse...

Olá Margoh,
nessas coisas do amor, tudo acontece, tudo é possível.

bj amigo