segunda-feira, 30 de maio de 2016

Onde o medo não cabe,









ninguém nota que sua mente é atormentada com dilemas e nem ninguém quer saber disso. virou à esquerda, direita, andou em círculos e se perdeu feio, perdeu tempo mas, olhando em torno, acho que não se perdeu de si. o que fica de um dia você só avalia no outro, ou nunca, ou anos depois. memória é um prato que se come com calma,
con mucho gusto.. 



 "C'est la vie"









5 comentários:

Luis Eme disse...

Sim, Margoh. :)

Há muito tempo que não sonhava e me lembrava de um sonho. Esta noite sonhei que andei assim perdido (como se tivesse existido uma catástrofe), com três conhecidos - não lhe posso chamar amigos - que a determinada altura desapareceram, como se fugissem...

Mas pouco tempo depois chego a uma povoação e acordei...

Bell disse...

Verdade, ninguém sabe nada!!

bjokas =)

Bia Hain disse...

Interessante o que escreveu... há pessoas que passam uma vida sem se auto-avaliar. Em geral esse comportamento causa desdobramentos desastrosos na vida de outras pessoas, pois ão propicia o amadurecimento, que como deixou subentendido, leva tempo. Abraços!

Milene Cristina disse...

E seguimos sobrevivendo ao doce-amargo
de nós.

Evandro L. Mezadri disse...

Um texto bem filosófico e reflexivo, perfeito!
Grande abraço e muito sucesso!